Skip to content

Maranhão já aumentou 5 vezes este ano o preço de referência da gasolina e do diesel para cobrar ICMS

O governo do Maranhão através da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) já aumentou 5 vezes o preço de referência da gasolina e do diesel este ano. É o que aponta um levantamento da Folha do Maranhão em dados do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

De acordo com o levantamento, no dia 7 de janeiro o Maranhão já iniciou o ano com um novo aumento. Saiu de R$ 4,57, último preço registrado no ano passado, para R$ 4,63, no preço médio ponderado ao consumidor final (PMPF) no litro da gasolina comum.

Ainda em janeiro, o Maranhão pela segunda vez no mês, aumentou o preço de referência no litro de gasolina, saindo de R$ 4,63 para R$ 4,73. No dia 9 de fevereiro, o preço foi alterado para R$ 4,86, registando assim, o terceiro aumento em menos de dois meses. No dia 7 de maio, preço saltou para R$ 5,14 e no último dia 24, o preço alcançou o valor de R$ 5,43.

Neste período, o preço do diesel comum e o diesel S10 acompanhou os aumentos da gasolina e também foi reajustado em 5 vezes. O preço de referência do gás de cozinha também foi alterado por 5 vezes.

Com esses reajustes realizados pelo governo do Maranhão no preço de referência de cobrança de ICMS, chega R$ 0,86 no litro de gasolina, representando 16% de aumento desde o início do ano.

Com isso, o governo passar arrecadar mais com o combatível mais vendido no estado. Atualmente o Maranhão cobra 30,5% de ICMS no litro da gasolina. Com esse novo preço de referência adotado, a cada litro abastecido, cerca de R$ 1,65 vai direto para os cofres do estado.

O preço de referência em cima da gasolina aditivada permaneceu em R$ 6,6696. Já o preço do óleo diesel aumentou para R$ 4,47. Com isso, o governo passa arrecadar cerca de R$ 2,03 em cima de cada litro de gasolina aditiva e R$ 0,80 por litro de diesel abastecido no Maranhão.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.