Skip to content

Edivaldo Holanda Jr gastou apenas 41% de recursos federais enviados à São Luís para o combate do Covid-19

O ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (sem partido) teria gastado apenas 41,2% dos recursos federais recebidos como ajuda no combate ao Covid-19 em 2020. É o que aponta um levantamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Segundo o TCE, a prefeitura de São Luís recebeu R$ 147.734.489,72, deste valor, foram gastos R$ 60.789.829,58, o que representa apenas 41,2% do total recebido.

Em 2020, a Folha do Maranhão já tinha apontado o valor parecido através de um levantamento, onde mostra que a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) já tinha movimento um total de R$ 60.117.653,81 em contratos devido a pandemia.

Apenas de ter gasto apenas 41,2% do que recebeu do governo federal, a SEMUS sob a gestão de Lula Fylho foi alvo de duas operações da Polícia Federal que apontaram desvios de recursos destinando ao combate do Covid-19. A PF analisou quatro contratos onde foram identificados superfaturamento na aquisição de insumos a serem usado pelo profissionais que atuam na unidades de saúde do município.

Por causa dessas operações realizadas pela Polícia Federal, o ex-prefeito de São Luís Edivaldo de Holanda Júnior foi solicitando a prestar esclarecimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instalada no Senado Federal que apura ações e omissões, além da aplicação de recursos durante a pandemia do Covid-19. O requerimento feito pelo senador Alessandro Vieira (Cidanania-SE) ainda não foi apreciado e aguarda aprovação.

Com este novo dado apresentado pelo TCE, Edivaldo Holanda Júnior pode ser questionado sobre baixa aplicação de verbas oriundas do governo federal, caso seja realmente realmente convocado.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.