Skip to content

CPI do Senado pede todos os documentos de compra frustrada de respiradores pelo Maranhão através do Consórcio Nordeste

A CPI da Covid-19, instalada no Senado Federal, pediu à Secretaria de Estado da Saúde (SES), cópia de todos os documentos relativos a compra de respiradores pelo Maranhão através do Consórcio de Estado do Nordeste. O pedido foi feito através do requerimento protocolado pelo senador Eduardo Girão do Podemos do Ceará.

O senador pediu cópia de todos os documentos e comunicações, encaminhados ou recebidos, que comprovem a tentativa de aquisição de respiradores pelo Consórcio Nordeste, em especial todas as prestações de contas do pagamento dos respiradores, devendo a lista documental incluir ofícios, despachos internos, pareceres da PGE, petições apresentadas em ações judiciais, comprovantes e ordens bancárias, procedimentos licitatórios, termos de referências, atas de reuniões, planilha de distribuição por unidade da federação, critérios de distribuição, dentre outros que entender pertinentes.

Ainda de acordo com requerimento, os questionamentos são necessários para a elucidação das possíveis irregularidades realizadas na fraude na aquisição de respiradores/ventiladores pulmonares pelo Consórcio Nordeste. É fundamental o acesso detalhado a todos os documentos relativos à sobredita aquisição, visto que os respiradores nunca foram entregues, o que prejudicou sobremaneira o combate ao Covid-19 nos estados da Região Nordeste.

Este é um segundo requerimento que a SES recebe sobre a compra de respiradores, na semana passada, Eduardo Girão fez um pedido mais amplo, solicitando as mesmas informações a todos os secretários de saúde de Estados da Região Nordeste. Desta vez, o documento é direcionado a Secretaria de Saúde.

Leia o requerimento aqui

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

4 Comentários

  1. ALESSANDRA TEIXEIRA ALESSANDRA TEIXEIRA

    A maioria desses documentos o Governo do Estado nunca enviará a CPI da Covid – 19 porque não tem. De tanta ambição pra “faturarem” logo, é tudo feito às pressas ou como se diz a “facão”, ou a “c. de cavalo”. Essa é tônica das contratações desse desgoverno. No dinheiro que veio para a pandemia não foi e nem será diferente, vamos convir.

  2. ALESSANDRA TEIXEIRA ALESSANDRA TEIXEIRA

    A maioria desses documentos o Governo do Estado nunca enviará a CPI da Covid – 19 porque não tem. De tanta ambição pra “faturarem” logo, é tudo feito às pressas ou como se diz a “facão”, ou a “c. de cavalo”. Essa é a tônica das contratações desse desgoverno. No dinheiro que veio para a pandemia não foi e nem será diferente, vamos convir, gente.

  3. Nunes Nunes

    Se querem de fato encontrar logo os desvios de finalidade da grana enviada por Bolsonaro, tem é que quebrar logo o sigilo bancário das principais contas bancárias do Governo Dino. Principalmente a do repasse da União e seguir o caminho dos R$ 6 bilhões que eram somente pra Pandemia.

  4. […] Conforme a Folha do Maranhão divulgou, o pedido foi feito pelo senador Eduardo Girão (PODE-CE) e pelo prazo legal adotado pela Comissão de Parlamente de Inquérito (CPI) que investiga o governo federal, Estados e Municípios. A secretaria de saúde do Maranhão teria o prazo de 10 dias úteis. O prazo venceu na última segunda-feira (24). […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.