Skip to content

Partido de Edilázio Júnior injetou R$ 300 mil na campanha de Eduardo Braide em São Luís

O candidato à prefeitura de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), já alcançou o valor de R$1.330.000,00, recebidos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), provenientes de doações de partidos.

De acordo com o sistema de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais (Divulgacand), grande parte desse recurso é proveniente de doação do seu próprio partido. Ao todo o partido do Podemos enviou o valor de R$ 1.030.000,00 para a campanha do candidato.

Outro partido que enviou dinheiro a Eduardo Braide foi o Partido Social Democrático (PSD), que no Maranhão é comandado pelo deputado federal Edilázio Júnior. Segundo informações do Divulgacand, o partido enviou o valor de R$ 300 mil a Braide.

Em 2019, durante a votação do aumento do fundo eleitoral para os partidos fazerem campanha, o deputado Eduardo Braide usou suas redes sociais para deixar bem claro que tinha votado contra o aumento. (como você pode ver na imagem ao final da matéria).

Porém, Eduardo Braide parece não ter levado isso na prática, afinal, o seu recebimento do fundo eleitoral teve um aumento bem significativo quando comparando com 2016, quando também era candidato a prefeito de São Luís. Saiu de R$ 75.000,00, recebido pelo PMN, indo para R$ 400.000,00 quando se elegeu deputado federal em 2018 e chegando aos R$ 1.030.000,00 nestas eleições.

Mesmo que o fundo eleitoral tenha um valor inferior em anos anteriores, o deputado não deveria acompanhar esse aumento, pois vai contra o seu discurso.

Doação do PSD a campanha de Braide

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *