Skip to content

Empresa investigada pela Polícia Federal ganha contrato de quase R$ 1 milhão em Santa Inês

A prefeitura de Santa Inês, através da Secretaria Municipal de Saúde acaba de fechar contrato com a empresa Precision Soluções em Diagnósticos para aquisição de reagentes a serem usados no Laboratório Central e no Laboratório do Hospital Municipal de Santa Inês.

De acordo com o contrato assinado no último dia 10 deste mês, a empresa faturou cerca de R$ 985.451,5, e terá laço contratual até o final do ano.

Esse foi o primeiro contrato da empresa após a “Operação Cobiça Fatal”, onde a referida empresa foi o principal alvo da operação desencadeada em São Luís. De acordo com investigações, a empresa estava vendendo produtos usados no combate do Covid-19 com preços super faturados. A investigação apontou ainda, que a empresa possivelmente fazia parte de um grupo especializados em fraudar licitação.

A Operação Cobiça Fatal foi realizada no dia 9 de junho e efetuou a prisão de 3 empresários: Alexandre Chuairy, Somane Silva e o João de Deus. Alexandre é apontado como sócio oculto da Precision Soluções e Diagnóstico, o mesmo teria colocado a empresa nome da própria mãe, Lucia Maria Chuairy Cunha, que segundo dados da Receita Federal é uma das donas da empresa.

No contrato com a prefeitura de Santa Inês, a empresa foi representada por Sormane Silva, outro preso durante a operação.

Enquanto várias outras prefeituras que tinham fechado contrato com a empresa estão cancelando suas compras, a prefeitura de Santa Inês parece estar indo na contramão, firmando contrato com empresa que ainda briga na justiça para provar que não praticou crimes.

contrato Empresa investigada pela Polícia Federal ganha contrato de quase R$ 1 milhão em Santa Inês

Comentários

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.