Skip to content

Wellington do Curso cobra celeridade na investigação da morte do blogueiro Maldine Vieira

O deputado Wellington do Curso cobrou, na tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão, celeridade em relação à investigação da morte do jornalista Maldine Vieira, de 29 anos de idade, ocorrida no dia 1º de maio. O jornalista morreu por afogamento e asfixia, em circunstâncias ainda não esclarecidas.

Para o parlamentar, com base nas versões já levantadas, há possibilidade de o caso se tratar de um homicídio culposo ou de um crime preterdoloso.

“Solicito a atenção plena da Polícia Civil e de todas as autoridades envolvidas na investigação, que obtenham respostas e que o motivo do óbito seja elucidado”, afirmou.

Segundo Wellington do Curso, o caso não pode ser definido como uma fatalidade sem que haja uma investigação atentiva.

“A morte do Maldine Vieira não pode ser silenciada. Embora o IML tenha divulgado que a causa da morte foi afogamento, é necessário lembrar que existiam várias pessoas no mesmo local”, concluiu.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.