Skip to content

Gestão de Luciano Genésio, em Pinheiro, contrata por R$ 3,7 milhões empresa envolvida em fraudes e agiotagem

A prefeitura de Pinheiro, através da Secretaria Municipal De Administração, Finanças, Planejamento e Desenvolvimento Urbano do município, acaba de fechar um contrato milionário para execução de obras de pavimentação asfálticas em ruas e avenidas da cidade.

Segundo levantamento do site Folha do Maranhão, o contrato tem o valor global de R$ 3.705.090,03 e tem o prazo de um ano. Ainda de acordo com o levantamento, a empresa contratada foi a Construservice Empreendimentos e Construções Ltda, que tem como propietários os empresários Rodrigo Gomes Casanova Junior e Adilton Da Silva Costa.

Segundo investigações da da Polícia Civil do Maranhão, apontaram que a empresa é operada pelo empresário Eduardo José Bastos Costa, o Eduardo DP ou Imperador.  

Em março de 2015, tanto a Construservice, quanto o próprio Eduardo DP foram alvos da Operação Imperador I, deflagrada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), da Polícia Civil, como desdobramento da Operação Detonando, desencadeada após o assassinato do jornalista e blogueiro Décio Sá.

Empresário foi preso quatro vezes pela Polícia Civil do Maranhão, em operações contra a Máfia da Agiotagem.

O contrato entre a prefeitura de Pinheiro e a empresa foi fechado no dia 14 deste mês, e foi feito através de licitação.

Às vésperas das eleições vale tudo para o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio tentar aumentar a sua popularidade, que já vem baixa no município. Agora entra em ação a tática do asfalto, derramar asfalto para tentar conquistar a sua reeleição.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *