Skip to content

Comunidade afirma que morador de Cedral foi preso injustamente em São Luís

A comunidade de Pericaua, povoado da cidade Cedral, um dos interiores mais pobres do Maranhão, saiu em defesa de um morador da cidade, após ele ser preso em São Luís com diversos cartões de benefícios do Bolsa Família, que  segundo a polícia, o mesmo se encontrava realizando diversos saques com cartões que não lhe pertencia, caracterizando fraude em recursos federais.

Segundo os moradores, o município de Cedral não possui agencia da Caixa Econômica, dificultando a realização de saques dos benefícios, pois a agência bancária mais próxima, é na cidade de Mirinzal, cerca de 35 km de distância, e devido a pandemia a situação se agrava, pois a agência recebe grande número de pessoas, causando aglomeração e o risco de contagio pelo coronavírus.

Pensando nisso, a população se uniu e resolveu ceder os seus cartões de benéficos para um morador da comunidade realizar os saques em São Luís. O morador José Carlos Ferreira Fonseca, conhecido como “garrote”, veio a São Luís, e quando estava realizando os saques, foi preso pela Policia Militar, através do Batalhão De Policia Militar De Turismo – BPTUR, e posteriormente apresentado na sede da Polícia Federal, no bairro da Cohama.

O morador e os cartões foram apreendidos, o mesmo encontra-se preso por suspeita de fraude e golpe a beneficiários do programa federal Bolsa Família.

Mas em versão contestada pelo os próprios moradores, ele é apenas um amigo da comunidade, que se colocou à disposição para ajudar, devido a pandemia.

O caso segue em investigação, pois sacar dinheiro de terceiros, sem conhecimento do mesmo, é considerado crime, que segundo moradores, ele tinha autorização de todos da comunidade.

Enquanto o caso não se resolve, moradores se uniram e gravaram diversos vídeos de apoio e esclarecimentos de toda história.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *