Skip to content

Shows anunciados por Braide para o São João de São Luís custarão R$ 3 milhões; veja os valores

Um levantamento do site Folha do Maranhão aponta que os shows dos artistas e bandas que irão se apresentar no Arraial da Praça Maria Aragão, evento promovido pela gestão de Eduardo Braide à frente da Prefeitura de São Luís, custarão R$ 3 milhões. Segundo o Portal de Transparência da Prefeitura de São Luís, até o momento, estão confirmadas 10 atrações que irão se apresentar durante o período junino.

De acordo com o levantamento, os cachês desses artistas variam de R$ 200 mil a R$ 450 mil. Com destaque para o cachê da cantora Joelma (R$ 450 mil), que, dentre as atrações já confirmadas para o São João de São Luís, terá o valor mais alto pago pela gestão de Eduardo Braide, mesmo sendo a terceira vez que a cantora fará show na capital em menos de um ano.

Ainda de acordo com o levantamento, o valor pago pelo show do cantor Zé Felipe será o segundo maior cachê pago pela Prefeitura de São Luís. Ao todo, Zé Felipe custará aos cofres municipais o valor de R$ 400 mil, seguido do cachê do cantor Tarcísio do Acordeom, que custará R$ 380 mil, e Barões da Pisadinha, que será de R$ 350 mil.

Dando continuidade ao ranking de valores, aparece o show da cantora Elba Ramalho, que custará R$ 290 mil, e o show de Dorgival Dantas ao valor de R$ 250 mil, o mesmo valor que será pago no show do cantor Mano Walter. A banda Falamansa custou o valor de R$ 230 mil, já os shows de Solange Almeida e Vitor Fernandes custarão o valor de R$ 200 mil cada. Totalizando assim, o valor de R$ 3 mihões.

Existe a previsão de que os shows da dupla Maiara e Maraisa e da banda Chicabana, que não aconteceram durante o período carnavalesco por questões logísticas e climáticas, possam ser confirmados como atrações do São João da Prefeitura de São Luís.

Diferente dos shows nacionais do São João do Governo do Estado, que serão financiados pela iniciativa privada, o levantamento realizado pela Folha do Maranhão aponta que todos os gastos empenhados e pagos pela Prefeitura de São Luís serão do orçamento da Secretaria Municipal da Cultura, pasta comandada interinamente pelo secretário Maurício de Itapary.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.