Skip to content

Polícia Federal realiza operação contra crimes previdenciários no Maranhão

A Operação Ad Aeternum cumpriu, na manhã desta sexta-feira (29), dois mandados de busca e apreensão nas cidades de São Luís e Paço do Lumiar, ambas no Maranhão. O objetivo da ação foi reprimir um esquema criminoso responsável pela fraude em benefícios de amparo social ao idoso (BPC/LOAS). O prejuízo com a concessão irregular de sete benefícios chega a R$ 860 mil.

As investigações identificaram que os criminosos falsificavam documentos públicos, criando pessoas fictícias como titulares dos benefícios. Apesar do prejuízo já identificado, com a operação de hoje a economia projetada com a futura suspensão dos benefícios é de R$ 634 mil. Esse cálculo leva em consideração a expectativa de sobrevida atual da população brasileira.

Os envolvidos estão sendo investigados pela prática dos crimes de estelionato qualificado, cujas penas variam de um a seis anos de reclusão.

O nome da operação é uma expressão em latim, significando algo eterno, que durará pela eternidade. Trata-se de uma referência ao modus operandi dos criminosos.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Doações

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.