Skip to content

Construção da ponte Central-Bequimão entra na mira do MPF

O Ministério Público Federal (MPF) abriu uma investigação para apurar suposto desmatamento irregular realizado pela empresa ENPEG, responsável pela construção da ponte que liga os municípios de Central do Maranhão a Bequimão. De acordo com o relatório, o crime ambiental teria acontecido no território das comunidades quilombolas situadas nos povoados Ramal do Quindiua, Santa Rita e Mafra, localizados no município de Bequimão/MA.

Segundo o MPF, o inquérito civil foi instaurado após uma notícia de fato que teve origem através de uma representação formulada pela Associação dos Povos Quilombolas Moradores do Ramal do Quindiua.     

O inquérito do MPF também irá investigar a suposta venda de parte do território das Comunidades Quilombola Mafra e Santa Rita para o Sr. Francisco Antelios Sérvulo Vaz, proprietário da ENPENG.

Diante dos fatos, o procurador da República, Leonardo Luiz de Figueiredo Costa solicitou à Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular – Sedihpop para que se manifeste sobre os fatos noticiados na representação, bem como apresente informações atualizadas sobre o referido caso.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Doações

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.