Skip to content

Mesmo com aumento das passagens, greve dos rodoviários não chega ao fim

Em nova audiência de mediação no MPT-MA, realizada no começo da tarde desta sexta-feira (25), Rodoviários e empresários se reuniram mais uma vez, para discutir o impasse, em torno da Convenção Coletiva de Trabalho, que garante os direitos da categoria.

Segundo sindicato, os diretores do SET foram para a audiência sem uma proposta para apresentar aos Rodoviários e só demonstrando disposição em negociar, caso o município mantivesse o auxílio até então pago e concedesse o reajuste no valor das tarifas de ônibus.

A prefeitura de São Luís, reajustou o valor das tarifas de ônibus em R$ 0,20 centavos e afirmou durante a audiência, que iria manter, parte do auxílio, que vinha sendo pago aos empresários, ou seja, continuaria repassando o valor de R$ 1.500.000,00.

Mesmo após a Prefeitura de São Luís anunciar essas medidas, os empresários continuaram alegando não ter condições de atender as reivindicações dos trabalhadores. A patronal exige, que além do reajuste de 20 centavos nas tarifas, que o auxílio no valor de quatro milhões de reais, continue sendo repassado de forma integral, caso contrário, de acordo com os próprios patrões, não haverá condições de avançar em nada, nas negociações. O município, por sua vez, enfatizou que desta forma, já com o anúncio de aumento nas tarifas, seria inviável pagar o valor integral do auxílio que vinha sendo disponibilizado.

Pela terceira vez, somente essa semana, a audiência de mediação no MPT-MA, terminou sem uma solução. “Agradeço a disposição do MPT-MA, em discutir a questão e tentar propor uma solução, para esse problema que tem afetado e muito os Rodoviários. Todo esse impasse, só deixa claro a intransigência e o total desrespeito do SET com os trabalhadores. Sem dúvida, levaremos o teor dessa audiência, ao conhecimento dos nossos companheiros Rodoviários. Os rumos desse movimento grevista, a categoria é quem vai decidir. Infelizmente, os empresários parecem querer brincar com a nossa cara, mas isso não vamos aceitar”, disse o presidente.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Doações

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.