Skip to content

Maranhão registrou 256 casos de Covid-19 em crianças de 0 a 9 anos só em janeiro

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), só no mês de janeiro, o Maranhão registrou 256 casos de Covid-19 em crianças de 0 a 9 anos.

Segundo o último boletim divulgado ontem (24), 134 casos foram registrados somente na última semana, o que aumenta a tese de que a variante ômicron, predominante nas maiorias dos casos de Covid hoje no país, teria registrado um crescimento no número de infecções e internações do público desta faixa etária, até então ainda não vacinada.

Ao todo, desde o início da pandemia, o Maranhão registrou 12.689 casos e 34 óbitos em decorrência da Covid-19 em crianças de 0 a 9 anos.

Pensando no aumento de casos entre as crianças, na última sexta-feira (24), a Defensoria Pública do Estado (DPE), recomendou ao município de São Luís a ampliação de leitos pediátricos para pacientes com Covid-19.

Segundo a DPE, em razão desse cenário, o Núcleo de Defesa da Criança e do Adolescente (NDCA) recomendou a necessidade urgente de acréscimo do número de leitos na rede municipal de saúde, a fim de se controlar a chamada 3ª onda da Covid-19. Além disso, o defensor público Davi Veras também requisitou ao poder público municipal que, no prazo de 72 horas, informe o plano de contingência do município de São Luís para lidar com a 3ª onda de Covid-19, mais especificamente da área pediátrica; e se existe plano de aumento de leitos de UTI pediátrica em convênio com o HUUFMA ou em outras unidades municipais, como o Hospital da Mulher.

“Nós ainda estamos no início da imunização de crianças, tem aí o surto de H3N2 e as doenças típicas do período chuvoso na capital. As unidades mistas podem contribuir com esse reforço, caso o Hospital da Criança não tenha espaço físico para comportar a ampliação, ou mesmo a nova UBS recém-inaugurada pode receber, temporariamente, alguns dos serviços do hospital”, sugeriu o defensor no documento enviado à Semus, onde ele recomenda o reforço da oferta de leitos para síndromes gripais no Hospital da Criança ou em outra unidade da rede municipal.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Doações

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.