Skip to content

Assembleia Legislativa do Maranhão confirma concurso para 65 vagas; edital sairá até dia 20

Através de uma Audiência de Conciliação Virtual realizada nesta segunda-feira (06/12), o Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do Maranhão (SINDSALEM), os autores populares e a ALEMA firmaram acordo para a realização do novo concurso público da Casa.

Na ocasião, a Assembleia confirmou a contratação da banca CEPERJ e se comprometeu a publicar o edital do certame até o próximo dia 20 de dezembro, com inscrições em janeiro, provas em março e nomeações em setembro de 2022.

A Assembleia Legislativa garantiu, ainda, a oferta de, no mínimo, 65 vagas para o concurso, de preenchimento imediato, sendo 54 para nível superior e 11 para nível médio. Além disso, a Assembleia assegurou que incluirá no edital, pelo menos, 195 vagas para formação de cadastro de reserva.

Após as intervenções do membro da Comissão do Concurso, Luiz Noleto, a ALEMA garantiu, ainda, que oferecerá, além das 65, até 3 (três) vagas para o cargo de jornalista, caso a lei que prevê essa carreira não tenha sido revogada. Mesmo se o cargo tiver sido extinto, a Assembleia abrirá vagas para jornalistas no cadastro de reservas.

Para o SINDSALEM, o acordo foi um avanço e não representa o fim da luta pela moralização do serviço público na Casa do Povo.

“Para nós, o ideal seria o oferecimento de, no mínimo, 400 vagas. Porém, vemos esse acordo de forma positiva, pois o concurso vai sair e o processo não será extinto. Pelo contrário, em setembro, quando esses aprovados forem nomeados, as tratativas judiciais serão retomadas e nós, como sempre, estaremos lá, cobrando a contratação dos excedentes, a realização de um novo concurso, dentre outras medidas, de modo que possamos diminuir, mesmo que gradativamente, esse abismo que existe entre servidores concursados e comissionados na Assembleia. De batalha em batalha, venceremos a guerra. Parabéns a todos os parceiros, que travaram essa luta conosco. Juntos somos muito mais. O concurso da ALEMA vai sair. A luta continua” – afirmou o presidente do SINDSALEM, Nataniel Serejo.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Doações

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.