Skip to content

Exclusivo: Flávio Dino não consegue empréstimo de R$ 180 milhões e frustra o “Maranhão Forte”

O valor seria empregado em 4 obras que fazem parte do Maranhão Forte, programa do governo que visa fortalecer o turismo e a geração de empregos no estado

Conforme a Folha do Maranhão já tinha adiantado, o Governo do Maranhão não conseguiu realizar o empréstimo de R$ 180 milhões junto ao Banco do Brasília e solicitou o arquivamento da proposta do referido empréstimo. Mesmo com autorização legislativa, o Maranhão não tinha espaço fiscal, o que dificultou a operação.

O Governo do Maranhão pretendia usar os R$ 180 milhões para realizar o programa “Maranhão Forte”, que consiste na realização de obras de infraestrutura de transporte visando melhorias logísticas para incentiva o turismo e geração de emprego.

De acordo com o projeto, o programa tinha como base quatro obras iniciais, que seriam a melhoria de pavimentação da Rodovia MA-211, a melhoria de pavimentação da MA-247, a construção de uma em Barreirinhas e serviços de conservação da MA-006.

Com a não aprovação do empréstimo, o plano para implementar o programa “Maranhão Forte” fica comprometido, pois todos os recursos seriam oriundos desta operação de crédito.

Por outro lado, o governador Flávio Dino usando o resto de limite fiscal que o Maranhão tinha, solicitou uma nova proposta de empréstimo no valor de R$ 20,8 milhões para realizar umas das obras do Maranhão Forte, que seria a construção de uma ponte sobre o Rio Preguiças, em Barreirinhas. De acordo com informações obtidas com exclusividade pela Folha do Maranhão, na nova proposta de empréstimo o governo irá pagar em torno de 150% de juros e comissões, ou seja, vai pegar R$ 20,8 milhões, acrescenta-se os juros de R$ 29,7 milhões e deixa a dívida em R$ 50,5 milhões, a serem pagas em 180 meses.

A solicitação do arquivamento da proposta de R$ 180 milhões foi realizada ontem à tarde, e visa liberar mais limite fiscal para realizar novas operações.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.