Skip to content

São Luís é a pior capital no ranking de transparência da Covid

São Luís se tornou a pior capital no ranking de transparência da Covid-19, é o que aponta o levantamento realizado pela Open Knowledge Brasil (OKBR) divulgado no último dia 8 de outubro.

De acordo com a coleta de dados realizadas entre os dias 28 de setembro a 2 de outubro, o site da Covid-19 da prefeitura de São Luís estava fora do ar e assim permaneceu até o fechamento deste boletim. Sem informações publicadas em outras fontes além dos boletins diários que tratam apenas de ocupação de leitos, não foi possível saber os números de casos e óbitos por Covid-19 na capital maranhense.

Ainda de acordo com a OKBR, a prefeitura de São Luís não fornece nenhuma informação sobre o perfil de casos e de pessoas vacinadas pôde ser acessada.

Com apenas 10 pontos no ranking geral, São Luís ficou com a classificação opaca

O Índice da Transparência da Covid-19 nas capitais leva em conta três dimensões e 34 critérios:

CONTEÚDO

São considerados itens como notificações de casos, idade, sexo e raça/cor de pacientes confirmados e de pessoas vacinadas; informações sobre grupos prioritários e cobertura da vacinação; além de dados sobre a infraestrutura de saúde, como ocupação de leitos, testes disponíveis e aplicados e doses de vacina recebidas e distribuídas.

GRANULARIDADE

Avalia se os casos e dados de pessoas vacinadas estão disponíveis de forma individual e anonimizada; além do grau de detalhamento sobre a localização (por município ou bairro, por exemplo).

FORMATO

Consideram-se pontos positivos a publicação de painéis analíticos, planilhas em formato editável e navegação simples.

A OKBR, também conhecida como Rede pelo Conhecimento Livre, é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos e apartidária que atua no país desde 2013. Desenvolvendo e incentivando o uso de tecnologias cívicas e de dados abertos, realizando análises de políticas públicas e promovendo o conhecimento livre para tornar a relação entre governo e sociedade mais transparente e participativa.

Veja o estudo completo aqui

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.