Skip to content

Em live, Josimar de Maranhãozinho reforça a tese de perseguição

“Foram até na casa da minha mãe, uma senhora de 80 anos”, disse Josimar a citar abusos durantes da operação

O deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) voltou a reforça a tese de perseguição política por parte do governo durante a sua live semanal.

Ao lado da sua esposa, a deputada estadual Detinha (PL), Josimar disse que a operação aconteceu logo após o brilhante evento que realizou na cidade de Bacabal.

Josimar afirmou que houve abuso de autoridade durante a operação realizada pelo Gaeco com apoio da Polícia Civil e Polícia Militar. Ainda de acordo com o deputado, a sua casa foi invadida na sua ausência e afirmou que houve atropelamento de direitos e excesso por parte dos agentes que foram em sua casa.

Agradecendo ao apoio da população, Josimar afirmou que as perseguições darão mais força ao seu projeto ao Palácio do Leões e continuará lutando pelos maranhenses.

Durante a live de Josimar, a deputada Detinha afirmou que acredita muito na justiça e que juntos vão superar esse momento. A parlamentar classificou a operação como vandalismo.

“Eu estava com roupa de dormir e mandaram eu abrir a porta, se não irão arrobar. Não me deram nem chances de trocar de roupa e rasgaram até meus absorventes em busca de algo”, disse Detinha.

Josimar afirmou que além da sua residência, houve também abuso de autoridade por parte dos agentes na casa de seus aliados e amigos, e afirmou que tudo será representado na justiça.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.