Skip to content

Empresa que comprar os Correios terá de manter funcionários, diz relatório de Gil Cutrim

O relator do Projeto de Lei de privatização dos Correios, o deputado Gil Cutrim (Republicanos-MA), garantiu em seu relatório que, a empresa que comprar a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, terá que manter os funcionários por um período de 18 meses. Mas o PL 591/21 também prevê a possibilidade de programa de demissão voluntária.

“Consideramos necessário assegurar estabilidade a todos os empregados da ECT durante os dezoito meses subsequentes à desestatização, vedando sua dispensa sem justa causa nesse período, bem como disponibilizar-lhes plano de demissão voluntária”, destaca o relator.

Segundo Gil Cutrimm, a ausência de investimentos públicos nos Correios levou a empresa perder um contingente de 40 mil trabalhadores nos últimos anos, em programas de desligamento voluntário e outras medidas de corte de despesas e custos.

O projeto está em regime de urgência no plenário da Câmara, aguardando apenas votação. Mas o texto ainda pode sofrer alterações em plenário.

Veja a íntegra do relatório

Com informações do SBT

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.