Skip to content

STF marca data de julgamento do “Quadrilhão do PMDB” que envolve o ex-senador Edison Lobão

Com relatoria do ministro Edson Fechin, o Superior Tribunal Federa (STF), marcou para o dia 2 de dezembro o julgamento do caso que ficou conhecido como o “Quadrilhão do PMDB” onde envolve os ex-senadores Edison Lobão (MA), Romero Jucá (RR) e Valdir Raupp (RO) e os senadores Jader Barbalho (PA) e Renan Calheiros (AL), todos do PMDB. Os parlamentares são investigados por diversas condutas criminosa e formação de quadrilha.

Lobão é investigado por receber vantagens indevidas por meio de doações oficiais e dinheiro em espécie enquanto era ministro de Minas e Energia de 21/1/2008 a 31/3/2010, durante o governo de Lula, e posteriormente de 1/1/2011 a 1/1/2015, durante todo o primeiro mandato de Dilma Rousseff.

Segundo Sérgio Machado, presidente da Transpetro nomeado por Lula na época, confessou que os políticos responsáveis pela sua nomeação na Transpetro foram principalmente Renan Calheiros, Jader Barbalho, Romero Jucá, José Sarney e Edison Lobão. Ambos são acusados de criar um esquema criminoso dentro da Petrobras e Transpetros desviaram milhões reais de obras como a de Belo Monte, do complexo hidroelétrico do Rio Madeira e da usina nuclear de Angra 3.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.