Skip to content

Alvo da PF no governo Flávio Dino é exonerado do cargo após operação

O ex-vice-prefeito do município de Esperantinópolis, interior do Maranhão, foi exonerado do cargo no qual exercia na Secretaria de Articulação Política (Secap) comandada pelo secretário Rubens Júnior após operação da Polícia Federal que apontou envolvimento direto em fraudes no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no estado.

De acordo o Diário Oficial do Estado, Rogerio Bezerra de Almeida foi exonerado no último dia 14 deste mês, porém com data retroativa do dia 7 de junho, seis dias após “Operação Andadromiki” realizada pela Polícia Federal.

Dr. Rogério desenvolvia função de e Superintendente de Articulação Regional no município de Pedreiras e ganhava o salário de R$ 4.245,00, segundo o Portal de Transparência do Estado. Muito próximo ao palácio dos leões, Rogério era o nome do governo na Região do Médio Mearim e responsável por representa o líder do PCdoB no Maranhão, Márcio Jerry.

Com o apoio do PCdoB, Dr. Rogério disputou as eleições municipais em 2020, não obtendo êxito, ganhou um cargo de chefia no governo. Durante sua campanha, Rogério divulgava fotos e vídeos associando a sua imagem ao governo Flávio Dino e ao secretário Márcio Jerry.

Segundo PF, Rogerio Bezerra de Almeida, seria o advogado e um dos principais alvos da operação. O prejuízo inicialmente identificado pela instituição com a concessão dos benefícios irregulares, aproxima-se de R$ 5,9 milhões. Ainda de acordo com PF, Rogério não foi encontrado durante a operação e passou a ser considerado foragido. Porém, segundo fontes da Folha do Maranhão o advogado já se apresentou e responde o inquérito em liberdade.

Veja a exoneração

Exoneracao Alvo da PF no governo Flávio Dino é exonerado do cargo após operação
Diário Oficial do Estado do Maranhão

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.