Skip to content

Irregularmente, Ricardo Cappelli pede diárias para fazer visita ao PSB, em Brasília

Um levantamento da Folha do Maranhão no Porta de Transparência do governo do estado, mostra que o secretário de Comunicação do Maranhão, Ricardo Cappelli, por duas vezes, solicitou diária justificando viagens à Brasília.

De acordo com o Portal de Transparência, Cappelli solicitou três diárias no período de 10 a 12 de junho, no valor de R$ 490,00 cada uma, totalizando o valor de R$ 1.470,00. Na justificativa, o secretario afirmou que se tratava de uma agenda institucional em Brasília. Porém, no mesmo período, o secretário apareceu ao lado do deputado estadual Duarte Júnior, durante uma visita política a sede do PSB.

Na data de 22 de junho, Cappelli alegou mais uma vez agenda institucional em Brasília e fez mais uma solicitação de diária. Desta vez, ele afirma ter acompanhado o governador do Maranhão, Flávio Dino, em uma agenda política. No mesmo dia, Flávio Dino fez uma visita ao governador do DF, Ibaneis Rocha, mas também foi ao ato político do PSB, no qual ele anunciou a sua filiação ao partido.

A solicitação de diária por parte do secretário é considerada irregular, uma vez que a visita dele não foi de caráter institucional, pois não tem relação com a função que ele exerce, que é de secretário de Comunicação. Só teria relação, caso fosse tratado algo da pasta dele, o que não aconteceu.

A Folha do Maranhão apurou que todas as quatro diárias solicitadas por Ricardo Capelli já foram liquidadas, empenhadas e pagas, totalizando o valor de R$ 2.450,00.

Vale lembrar, que desde o início da gestão de Flávio Dino, em 2015, Ricardo Cappelli já fazia parte do governo, onde desenvolvia a função de secretário chefe de relações institucionais em Brasília, ao que tudo indica, o secretário continua fazendo o papel no qual não é mais dele, mesmo estando em outra pasta.

Veja as diárias

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.