Skip to content

Em meio à pandemia, gestão de Flávio Dino já gastou R$ 34 milhões com comunicação

Um levantamento da Folha do Maranhão em dados do Portal de Transparência do governo do Maranhão, mostra que as três principais empresas que prestam o serviço de comunicação e cuidam da imagem do governo do Maranhão, já faturaram juntas R$ 34.855.551,52 em apenas seis meses.

Com exceção da Clara Comunicação, que opera na gestão de Flávio Dino desde o início do seu mandato, em 2015. A empresa Grito Propaganda Eireli e View 360 Publicidade e Comunicação Integrada Ltda, começaram a prestar serviços para o governo do Maranhão no ano passado. Após as três empresas ganharem R$ 37 milhões em 2020, ambas tiveram seus contratos prorrogados até final deste ano.

Os contratos, com a mesma finalidade, têm como objetivo a contratação de serviços de publicidade prestados por intermédio de agência de propaganda, cujo objeto inclui a concepção e elaboração de peças publicitárias, criação e produção de conteúdo.

Liderando o ranking, a Clara Comunicação aparece como a empresa que mais recebeu por serviços prestados ao governo até esse mês. A empresa teve o valor empenhado de R$ 16.804.326,18 e já recebeu o valor de R$ 13.187.153,26 em apenas seis meses. Em segundo lugar, a View 360 Publicidade teve empenhado o valor de R$ 10.890.000,00, onde já teria recebido quase o valor completo, R$ 10.890.000,00. E por último, com valor parecido, A Grito Propaganda Eireli teve empenhado ao seu favor R$ 10.900.000,00 e já teria recebido R$ 10.809.783,13.

Em abril deste ano, o deputado estadual Wellington do Curso protocolou requerimento na Assembleia Legislativa solicitando ao Governo do Estado e a Secretaria de Comunicação, informações referentes ao valor total empenhado, liquidado e pago pelo Governo do Estado do Maranhão em todas as peças publicitárias veiculadas na televisão, rádio e mídias sociais pagas sobre o combate ao novo coronavírus incluindo a última que teve participação da cantora gospel Aline Barros. Segundo apurou a Folha do Maranhão, até o momento o deputado não obteve resposta por parte do governo.

Ainda de acordo com o levantamento, o valor já gasto no pagamento dessas três empresas é superior aos gastos das secretarias da Cultura, Casa Civil, Transparência e Controle, Planejamento e Orçamento e a Secretaria de Desenvolvimento Social. Ambas, já gastaram menos de R$ 11 milhões cada uma.

Veja a evolução do orçamento da comunicação do governo do Maranhão

2015: R$ 49,2 milhões
2016: R$ 43,8 milhões
2017: R$ 58,9 milhões
2018: R$ 61,9 milhões
2019: R$ 63,5 milhões
2020: R$ 76,6 milhões
2021: R$ 88,9 milhões

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Você poderá fazer comentários logado em seu facebook logo após a matéria.