Skip to content

Flávio Dino pede desfiliação do PCdoB

O governador do Maranhão, Flávio Dino usou suas redes sociais para anunciar que pediu desfiliação do Partido Comunista do Brasil (PCdoB). De saída para o PSB, Flávio Dino desejou êxito ao PCdoB na defesa de uma Pátria Livre e Justa.

Para Flávio Dino, as diferenças de estratégia e tática políticas, são menos importantes do que o meu reconhecimento ao papel histórico do partido na defesa de um novo projeto nacional de desenvolvimento para o Brasil.

Segundo o próprio Flávio Dino, foram exatos 15 anos de militância no partido.

Flávio Dino de Castro e Costa, entrou no PCdoB em 2006, ano em que disputou sua primeira eleição para o cargo de deputado federal no qual foi eleito. Em 2008, Dino disputou a prefeitura de São Luís, mas não obteve êxito ficando em 2º lugar. Em 2010, Flávio Dino também se candidatou ao cargo de governador do Maranhão e mais uma vez não levou a vitória nas urnas. Em mais uma tentativa, Flávio Dino virou governador do Maranhão em 2014, quando foi eleito. Em 2018, foi reeleito ao cargo onde permanece governador do Maranhão até os dias atuais.

Desde o ano passado, Flávio Dino já vinha sinalizando que deixaria o PCdoB. No início deste mês, Flávio Dino foi à Brasília se encontrar com o líder do nacional do PSB, Carlos Siqueira. No encontro, Dino teria acertado detalhes da sua ida para o partido.

Apesar de não confirmado, a filiação de Flávio Dino deverá acontecer na próxima terça-feira (22), quando o então deputado federal pelo Rio de Janeiro, Marcelo Freixo que era do PSOL, também irá se filiar ao PSB.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.