Skip to content

Prefeito de Imperatriz, Assis Ramos terá que enviar informações à CPI da Covid-19

A prefeitura de Imperatriz, na gestão de Assis Ramos (MDB), também terá que enviar informações referentes aos recursos federais à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado Federal.

Em documento obtido pela Folha do Maranhão, dois ofícios foram enviados à prefeitura de Imperatriz no dia 6 de maio, solicitando informações dos municípios referentes aos gastos no combate à pandemia.

Os documentos são frutos de um requerimento do senador Ciro Nogueira (PP-PI). Em dos pedidos, foi solicitado todas as notas de empenho, ordens bancárias, notas fiscais de todos os processos administrativos de despesa – independentemente de ter havido licitação ou dispensa ou inexigibilidade, os documentos bancários de comprovação de todas os débitos e créditos ocorridos nas respectivas contas e os extratos bancários.

Foi pedido ainda, todo o detalhando da fonte de recursos com data e hora, Sistema de Execução Orçamentária, Financeira, Contábil e Patrimonial do município.

Apesar da solicitação da documentação ter sido enviada há 25 dias, até o momento o sistema do Senado Federal ainda não consta a resposta da prefeitura.

Vale ressaltar, que a prefeitura de Imperatriz foi alvo de uma operação a Polícia Federal no início de março. Batizada de Operação Recôndito, a Polícia Federal identificou diversos indícios de fraude em processo de dispensa de licitação que culminou com a contratação de empresa de fachada, integrada por sócios “laranjas”, que foram beneficiados em contrato que tinha por objeto o fornecimento de refeições para atender demanda do Centro Municipal de Tratamento do COVID-19.

Com isso, a prefeitura de Imperatriz também poderá ser alvo de investigação da CPI da Covid-19 em outro sentido, uma vez que o senador Eduardo Girão do (PODE-CE) solicitou à Polícia Federal a relação de todas operações realizadas pela instituição durante a pandemia. O requerimento do senador já foi respondido pela instituição.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.