Skip to content

Braide terá que informar dados da gestão de Edivaldo à CPI da Covid-19

A Comissão Parlamentar de Investigação (CPI) que apura ações e aplicação de recursos do governo federal, Estados e municípios, encaminhou 11 requerimentos à prefeitura de São Luís solicitando informações da gestão do ex-prefeito, Edivaldo Holanda Júnior (sem partido) e da atual gestão do prefeito Eduardo Braide.

Segundo a documentação que a Folha do Maranhão teve acesso, um total de 6 requerimento foram direcionados à prefeitura e outros 5 foram direcionados a Secretária Municipal de Saúde (Semus). A maioria dos senadores buscam informações sobre aplicação de recurso federais destinado ao combate do Covid-19 durante a pandemia.

Os senadores Ciro Nogueira (PP-PI) e Marcos Rogério (DEM-RO), enviaram a prefeitura de São Luís requerimento solicitando informações sobre contratos, notas de empenhos, notas fiscais e ordens bancárias. Os senadores solicitam ainda, informações sobre licitações com dispensa ou inexigibilidade, além de documentos bancários de comprovação de todas os débitos e créditos relativos a compras pelos gestores.

O senador Marcos Rogério também solicitou informações sobre aquisição de remédios, protocolos de saúdes adotados pela prefeitura de São Luís além do percentual de eficácia de cada medicamento utilizado, considerando o percentual de pacientes tratados e recuperados.

O senador Eduardo Girão (PODE-CE), também solicitou informações sobre tentativas de compras pela prefeitura de São Luís. Como na gestão de Edivaldo Holanda ainda não existia vacinas contra o Covid-19 no Brasil, esse requerimento foi direcionado a gestão de Eduardo Braide (Podemos).

Eduardo Girão também solicitou informações sobre a aquisição de testes rápidos para a detecção de covid-19. Pedindo a especificação do tipo de teste adquirido, a quantidade, o valor unitário pago, as datas de entrega e aplicação.

O senador também solicitou a informações sobre a quantidade de óbitos nos anos de 2019, 2020 e 2021.

Eduardo Girão quer saber se fornecedores que tenham, eventualmente, sido contratados para a prestação de serviços no enfrentamento à pandemia da COVID-19 e que prestaram serviços para candidatos na respectiva circunscrição eleitoral no pleito de 2020.

E por último, foi feito o pedido para a prefeitura de São Luís fornecer a folha de pagamento de todos os servidores, principalmente na área da saúde, referentes ao período de março de 2020 a março de 2021. Segundo Eduardo Girão, a medida visa fazer a comparação entre esses meses, ver o percentual de aumento ou redução durante a pandemia.

Valeu ressaltar, que a maioria do requerimento foram feitos através de solicitações em conjunto, quando um parlamentar solicita informações de várias prefeituras ou Estados. Apesar disso, cada gestão recebe o pedido de informações individual.

Comentários

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.