Skip to content

MP mira em contrato de R$ 3,4 milhões para compra de combustíveis na gestão de Aldo Lopes em Cururupu

O Ministério Público do Maranhão através da Promotoria de Justiça de Cururupu está investigando um contrato no valor de R$ 3.374.100,00 para compra de combustíveis na gestão de Aldo Lopes na prefeitura do município.

A investigação foi iniciada através de uma notícia fato e convertida em inquérito civil pelo promotor Frederico Bianchini Joviano dos Santos.  Na justificativa, o promotor afirma que o processo licitatório aponta suposta irregularidades na aquisição de combustíveis automotivos, para atender as necessidades do município, o que em tese caracteriza ato de improbidade administrativa.

O promotor pediu a secretária municipal de administração e finanças cópia integral do processo licitatórios pregão presencial nº. 003/2021, onde foi feito o registro de preços para eventual aquisição de combustíveis. Foi pedido a inda, a relação dos veículos à disposição das Secretarias Municipais, cópias das ordens de abastecimento, notas de abastecimento ou de qualquer outro tipo de controle mantido pelas respectivas secretárias para abastecimento de seus veículos.

Levantamento da Folha do Maranhão em dados do Tribunal de Contas do Maranhão (TCE), mostra que a Rede de Posto Guará Comercio e Combustível Ltda, empresa vencedora do certame, terá que repassar mais 200 mil litros de gasolina ao município, com variante de preço entre R$ 5,75 e R$ 5,78. Já de óleo diesel será mais de 450 mil litros.

O contrato tem como vigência o período de 12 meses.

Durante as eleições municipais do ano passado, o então candidato Aldo Lopes gastou cerca de R$19.991,51 na Rede de Posto Guará Comercio e Combustível Ltda, mesma empresa que ele vem firmando contrato desde o início de sua gestão.

Veja a íntegra do contrato aqui

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *