Skip to content

Qual será o destino de Wellington no PSDB?

O deputado Wellington do Curso mais vez diante de uma escolha partidária em sua carreira política.

Depois de ser candidato a deputado federal em 2010 e a cargo de vereador em 2012 pelo PSL, Wellington migrou para o PPS, onde se tornou deputado estadual pela primeira vez no ano de 2014.

O empresário que passou um bom tempo na base do governo Flávio Dino, porém com a sua candidatura a prefeito de São Luís em 2016, Wellington não só trocou o PPS pelo PP, como também rompeu com Flávio Dino.

Em 2018, Wellington foi reeleito a deputado estadual, desta vez no PSDB, partido então comandando pelo senador Roberto Rocha.

Em 2020, durante o processo eleitoral das eleições municipais, Wellington teve sua candidatura negada pelo então senador Roberto Rocha, que decidiu que o PSDB não teria candidatura própria, e iria apoiar o candidato do Podemos, Eduardo Braide. Na ocasião, Wellington afirmou que sairia do partido, porem até o momento, isto não tinha acontecido.

Na quinta-feira, dia 11, o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão anunciou a sua filiação ao PSDB, deixando o antigo partido, Republicanos. Com essa mudança, Brandão não só mudou de partido como assumiu o comando do PSDB no Maranhão.

Em tese, com essa mudança, Wellington voltaria a base do governador Flávio Dino, uma vez que Brandão é candidato a ser o sucessor de Dino ao governo, e com todo certeza dará novos rumos ao PSDB no Maranhão. Um deles, seria a migração dos deputados estaduais do Republicanos para o PSDB. Com isso, os deputados estaduais Ariston Ribeiro, Duarte Júnior e Fábio Macedo pode acompanhar a decisão do vice-governador, Carlos Brandão.

Atualmente, Wellington é oposição à Flávio Dino e o único deputado estadual que o PSDB tem no Maranhão. Resta saber como ficará a vida do parlamentar com essa mudança. Ficará mais uma vez na base do governo? Ganhará independência dentro do partido? Ou vai anunciar de vez a sua saída do PSDB?

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.