Skip to content

“Daqui para frente, o governador que fechar seu estado deve bancar o auxílio emergencial”, diz Bolsonaro; veja o vídeo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez duras críticas aos governadores que adotam medidas restritivas contra população visando o avanço do Covid-19. A fala aconteceu durante visita ao Estado do Ceará para inauguração de obras do governo federal.

Segundo Bolsonaro, por onde ele passa, o principal clamor da população tem sido a permissão para continuar trabalhando, a política do fica em casa e a economia a gente ver depois não deu certo e não vai dar certo. Bolsonaro afirma que não é possível dissociar a questão do vírus do desemprego, e que os dois problemas devem ser tratos de forma simultânea e com a mesma responsabilidade, essa seria a vontade do povo.

Bolsonaro afirmou que o auxílio emergencial será empregado mais uma vez, porém será questão de alguns meses.

Ao final do seu discurso, sem dar muito detalhes, Bolsonar0 disse: “daqui para frente, o governador que fechar seu estado, o governador que destrói emprego, ele que deve bancar o auxílio emergencial. Não pode continuar fazendo política e jogar para o colo do presidente a responsabilidade”

Veja o vídeo

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *