Skip to content

Em nota, Hospital São Domingos contraria Roberto Rocha Jr

Depois de afirmar em suas redes sociais que teria sido infectado pela nova variante brasileira da Covid-19 denominada de P1, mas conhecida como cepa de Manaus. Roberto Rocha Junior, filho do senador Roberto Rocha (PSDB), foi contrariado após o hospital São Domingos emitir uma nota sobre o seu caso.

Segundo o hospital, faz parte do código de ética e conduta, não fornece informações sobre seus pacientes, apenas quando é autorizado por ele ou seus familiares.

Ainda de acordo com a nota do hospital, todos os exames para rastreio de Covid-19 de pacientes do Hospital são feitos em laboratórios terceirizados credenciados e no laboratório estadual Lacen, que não nos informaram nenhum caso desta referida cepa em seus pacientes.

Por fim, quanto à nova cepa, o São Domingos afirma não teve nenhum registro no hospital, contrariando que tinha sido afirmado pelo filho do senador, Roberto Rocha Júnior.

ENTENDA O CASO

O filho do senador Roberto Rocha (PSDB), Roberto Rocha Júnior, contou o relato da sua experiência com Covid-19 em suas redes sociais. Em uma publicação no qual alerta a população dos perigos que é a doença, Rocha Júnior afirmou ter sido infectado pela variante da Covid-19, P1, identificada pela primeira vez em Manaus.

Rocha Júnior afirmou que passou quase 20 dias infectados com fortes indisposição em respirar e com variação em seus batimentos cardíacos, apesar de ter 32 anos, pratica atividade física pelo 5 vezes na semana, não fuma e se encontra quase um ano sem beber. Desde o dia 12 de fevereiro estava internado no hospital São Domingos. Segundo ele, chegou a passar 7 minutos sem conseguir respirar, Rocha Júnior afirmou que foi infectado pela variante P1 de Manaus.

Diante da colocação, a Folha do Maranhão resolveu esclarecer os fatos. Cabe ressaltar, que a atitude de Roberto Rocha Júnior não ajuda em nada a população de São Luís, afirmar que estava com variante brasileira da Covid-19 pode prejudicar as autoridades do Estado e assustar a população.

Tentamos entrar em contato com a assesoria do São Domingos mas não tivemos resposta.

Veja a nota enviada ao Imirante pelo São Domingos.

“O Hospital São Domingos, seguindo seu Código de Ética e Conduta, não fornece informações sobre seus pacientes, salvo quando autorizado por escrito por ele ou seus familiares.
Quanto à nova cepa, à qual você solicita informações, não tivemos nenhum registro no hospital. Todos os exames para rastreio de Covid-19 de pacientes do Hospital são feitos em laboratórios terceirizados credenciados e no laboratório estadual Lacen, que não nos informaram nenhum caso desta referida cepa em nossos pacientes.”

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.