Skip to content

Justiça indefere pedido de lockdown no Maranhão

O juiz Douglas de Melo Martins, título Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, negou o pedido a Defensoria Pública do Maranhão para que a Justiça concedesse medida liminar que decretasse lockdown em todo o Estado do Maranhão.

No início do mês, a DPE apresentou a incidência de casos de Covid-19 no Maranhão, além do aumento na ocupação de leitos médicos e a preocupação com a novas variantes no país.

Após audiência realizada na manhã de hoje, o pedido de DPE para implementação do lockdown por um período de 14 dias no Maranhão, foi negado pela justiça. 

O juiz Douglas de Melo Martins afirmou que por mais que os dados apresentados sejam graves e que sugerem cautela, tomar uma decisão no qual não seja cumprida, iria desmoralizar todo o sistema judiciário, disse o juiz.

Na audiência, participaram mesmo da Defensoria Pública, representantes dos municípios, além de representantes do governo do estado.

A decisão de hoje vale até o dia 18 de fevereiro, período que compreende o fim do carnaval.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *