Skip to content

Maranhão tem a 4ª maior tributação de ICMS na gasolina do país

De acordo com os dados da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustiveis), o Maranhão tem a 4ª maior tributação no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no preço da gasolina comum do país. O Estado só perde para o Rio de Janeiro, Minas Gerais e o Piauí.

Os frequentes reajustes da gasolina no Brasil, acende mais uma vez a discussão sobre o ICMS dos Estados no preço dos combustíveis.

No Maranhão a gasolina comum bateu os R$ 4,99 nesta terça-feira, 09. Deste valor, cerca de 30,5% é de cobrança do ICMS feita pela gestão de Flávio Dino, essa porcentagem representa cerca de R$ 1,42 em cada litro do combustível abastecido no Estado.

Nesta semana, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) prometeu lançar um projeto onde unifique para todos os Estados uma alíquota única de ICMS e que não tenha variação.

No Maranhão, o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB), desde 2017 vem alertando a população por essa prática do governo Flávio Dino, segundo o deputado a cobrança de 30,5% em cima da gasolina é muito alta, e que nesse momento em que o Maranhão passa por causa da pandemia, o governador poderia reduzir o ICMS no Estado.

Veja tabela das composições de impostos da gasolina comum no Brasil

Fecombustiveis-1024x765 Maranhão tem a 4ª maior tributação de ICMS na gasolina do país
Dados da Fecombustíveis – Referência: 16 a 31 de janeiro de 2021

Baixe aqui a tabla completa

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *