Skip to content

Acordo entre governadores pode diminuir a quantidade de vacinas para o Maranhão

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), anunciou hoje pela manhã que foi proposto a Fórum de Governadores do Brasil, no qual Flávio Dino faz parte. A proposta de divisão prioritária para o Estado do Amazonas.

Segundo Wellington Dias, a proposta é destinar 5% das vacinas disponibilizadas pelo governo federal ao Amazonas. O restante seria repartidas entre todos os estados.

Wellington afirmou ainda que necessário a vacinação da população de Manaus o quanto antes, para evitar que a transmissibilidade se espalhe para outros lugares, como o oeste do Pará.

Sem citar nomes, Wellington Dias afirmou que pelo menos 22 governadores concordaram com a proposta e até o momento não houve oposição.

A Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), deve liberar o uso emergencial de 4,5 milhões da Coronavac, e neste fim de semana deve chegar mais 2 milhões de doses da vacina da Astrazeneca.

No Maranhão, o secretario de saúde do estado, Carlos Lula, afirmou hoje pela manhã que se for mantido os mesmos parâmetros da primeira divisão, o Maranhão deve receber entorno de 50 a 55 mil doses das novas vacinas. Porém, a declaração do secretário não bate com a nova proposta do governador do Piauí.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Publicidade

Um comentário

  1. José Jackson José Jackson

    O governador do Piauí, mesmo sendo do PT, aplaudo sua proposta em repassar 5% de todos os Estados para o Amazonas, que enfrenta, realmente uma calamidade pública em relação ao Covid 19.🙏👀🇧🇷

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *