Skip to content

Após intervenção do deputado Wellington, donos de trailers da Cidade Operária serão recebidos pela Prefeitura de São Luís

Por meio do projeto “Conversando com comunidade”, o deputado estadual Wellington do Curso esteve, na noite desta quarta-feira (13), em reunião com os donos de bares, trailer’s e restaurantes da Cidade Operária. A reunião contou com representante da Prefeitura de São Luís, sendo o Superintendente da Blitz Urbana, Coronel Amaral.

Na ocasião, o deputado Wellington defendeu a importância da Prefeitura de São Luís, em sua nova gestão, ter o contato direto com as pessoas, dando a devida atenção aos trabalhadores locais.

“A demanda dos donos de bares, trailer’s e restaurantes dos bairros Jardim América e Cidade Operária é uma demanda já antiga, desde o ano passado, quando o antigo prefeito já havia decidido pela retirada forçada dessas pessoas do seu local de trabalho. Apresentamos a demanda à atual gestão da Prefeitura e acreditamos que seja necessário ter a proximidade com esses trabalhadores. Agradeço a atenção dos técnicos da prefeitura, em especial o coronel Amaral, da Blitz Urbana, o secretário Bruno, da SEMURH, e ao prefeito Eduardo Braide. O próximo passo é buscar uma solução alternativa, que atenda os anseios aqui relatados. Agradeço a todos vocês, donos de trailers, bares e lanchonetes, pela confiança em nosso trabalho é essa luta que já dura mais de seis meses. Tenham a certeza de que seguirei a disposição de todos e acompanharei o caso até o final”, disse Wellington.

Após os donos de bares, trailer’s e restaurantes relatarem a situação, ficou definido que a Prefeitura, por meio da Blitz Urbana, receberá uma comissão para a análise de documentação e identificar solução alternativa que não seja a retirada das pessoas de seu local de trabalho. Além disso, haverá uma visita para realizar os levantamentos topográficos e delimitação da área a fim de que sejam adotadas as providências cabíveis.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *