Skip to content

Braide herdará mais de R$ 378 milhões em dívidas dos dois últimos anos da gestão de Edivado

O prefeito eleito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), enfrentará um grande obstáculo em sua gestão logo em seu primeiro ano de mandato. Braide vai herdar uma dívida milionária devido aos empréstimos feito pela gestão de Edivaldo Holanda.

Segundo um levantamento exclusivo do site Folha do Maranhão, mostra que só em 2019, o prefeito Edivaldo Holanda fez três empréstimos que juntos somam o valor de R$ 285.182.070,91. Porém, essa dívida é acrescida de juros, o que podemos deixar o saldo mais salgado ainda.

No dia 13 de março, Edivaldo fez o reconhecimento de dívida no valor de R$ 51.791.645,23, referente aos pagamentos de remuneração vencida e não quitada nos meses de julho/2012 a janeiro/13 da Empresa SLEA-São Luís Engenharia Ambiental S/A, relativo à prestação de serviços de limpeza pública e manejo de resíduos sólidos, através da coleta, transporte, tratamento e destinação final de resíduos sólidos domiciliares.

De acordo com o cronograma, a dívida tem um prazo 11 anos para ser paga e custará aos cofres públicos municipais o valor aproximado de R$ 4,3 milhões por ano. Devidos aos juros, encargos e comissões, o valor ficará em R$ 54.052.793,88

No dia 26 de março, Edivaldo realizou um empréstimo no valor de R$ 133.390.425,68, junto à Caixa Econômica Federal. Esse valor será pago em 108 meses, com um valor estimado em cerca de R$ 20 milhões por ano, finalizando somente em 2029.

O empréstimo terá ainda o acréscimo de cerca de R$ 47,8 milhões, devido aos juros, encargos e comissões, tornando a dívida total em R$ 181.288.431,56.

No mesmo dia, Edivaldo Holanda realizou outro empréstimo no Banco do Brasil. Desta vez, o valor de R$ 100 milhões foi creditado nas contas da prefeitura de São Luís.

De acordo com o levantamento do Folha do Maranhão, nesse empréstimo será acrescido em cima divida o valor de 43.440.204,43, referente aos juros, encargos e comissões. Com a isso a dívida salta para 143.440.204,43, a serem pagas em 7 anos.

Somente nos dois últimos anos da gestão de Edivaldo, foram contraídos o R$ 378.781.429,87, em reconhecimento de dívidas e empréstimos feitos pelo gestor.

Existem ainda empréstimos anteriores contraídos por Edivaldo, o que pode complicar ainda mais a situação do novo gestor de São Luís.

Será um desvio em tanto para Eduardo Braide, uma vez que o prefeito terá que assumir já no seu primeiro ano de mandato essa divida milionária deixada por Edivaldo.

Veja aqui o reconhecimento de dívida

Veja aqui o parecer técnico de liberação da operação de credito no valor de R$ 133 milhões, junto à Caixa Econômica Federal.

Veja aqui o parecer técnico de liberação da operação de crédito no valor de R$ 100 milhões, junto ao Banco do Brasil

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.