Skip to content

Empresa alvo do GAECO ganhou contrato de R$ 2,5 milhões em Maranhãozinho após operação

Levantamento do site Folha do Maranhão aponta que mesmo depois de ser alvo de operação do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado do Maranhão (GAECO), a empresa Almeida e Lima Ltda – ME, pertencente ao empresário Igor Lima Castelo Branco, ganhou mais um contrato no município de Maranhãozinho.

Assinado no dia 1 de setembro, o contrato prevê a construção de uma creche pré-escolar no município com o valor R$ 2.532.399,03. A data da assinatura foi 13 dias após a empresa ser um dos principais alvos da operação do Gaeco, onde teve como resultado a prisão do prefeito do município de Cândido Mendes.

Segundo o Ministério Público, a empresa participava de um grande esquema de fraudes em licitações tinha como objetivo desvio das verbas públicas.

O Gaeco estima que os contratos irregulares geraram um prejuízo de R$ 3,35 milhões, desde 2013, aos cofres de Cândido Mendes.

O site Folha do Maranhão apontou o faturamento da empresa em outros municípios, entre eles, Maranhãozinho. A empresa já tinha faturado cerca de R$ 4,3 milhões somente nesse município. Agora, que o esse novo contrato, a empresa chega aos R$ 6,8 milhões em contratos com o município de Maranhãozinho.

Veja o contrato aqui

Veja algumas prefeituras que tem contrato com empresário alvo da Operação Cabanos do Gaeco

Centro Do Guilherme: R$ 1.805.979,13
Pedro Do Rosário: R$ 2.388.899,42
Governador Newton Bello: R$ 1.291.184,82
Zé Doca R$ 20.028.019,03

Veja também

Alvo de operação do Gaeco tem mais de R$ 20 milhões em contratos em Zé Doca

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.