Skip to content

Investigações da PF chegam a Pacovan, como um dos agiotas que estaria tentando extorquir Eudes Sampaio

A Polícia Federal realizou na última quinta-feira (3), a “Operação Ágio Final”, com a finalizado de desarticular uma quadrilha que estaria tentando praticar extorsões a um prefeito de um município da Grande Ilha de São Luís.

De acordo com as investigações, o prefeito seria Eudes Sampaio, do município de São José de Ribamar.

As investigações do Ministério Público Federal juntamente com a Polícia Federal, apontaram o empresário e agiota Pacovan, como uma das pessoas que estariam envolvidas na tentativa de extorsão contra Eudes Sampaio.

O interesse do grupo era que o prefeito repassasse cerca de 30% dos recursos federais vindo para área da saúde do município.

Até o momento não sabe o verdadeiro motivo pelo qual a tentativa de extorsão era realizada, o que se sabe é que desde o início do ano o prefeito vinha sendo ameaçado de morte, inclusive dentro da sua casa.

Existem ainda fortes indícios que outros políticos estejam envolvidos no caso, inclusive deputados de mandato. Na operação, Pacovan e mais duas pessoas foram pressas, além de 7 mandatos de busca e apreensão.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Comentários

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.