Skip to content

Assembleia Legislativa do Maranhão solicita esclarecimento do LACEN no caso Duarte Júnior

A Assembleia Legislativa do Maranhão, solicitou por meio de ofício, um posicionamento oficial do Laboratório Central de Saúde Pública do Estado do Maranhão (LACEN), para que possa informar a autenticidade do exame do deputado Duarte Júnior amplamente divulgado nas redes sociais.

Segundo a Assembleia, a solicitação contida no ofício está prevista no regimento interno da casa, que trata do decoro e das prerrogativas constitucionais dos deputados do Maranhão.

ENTENDA O CASO

O deputado Duarte Júnior, informou ontem em suas redes sociais que foi diagnosticado com Covid-19, e apresentou um exame realizado no dia de ontem (11), em um laboratório particular de São Luís. Só que momento antes da divulgação, foi divulgado pela imprensa local e espalhado em redes socias, um exame realizado no dia 5 e recebido no dia 6, esse exame teria sido feito pelo LACEN. Neste exame, Duarte já estaria infectado, mas mesmo assim continuou fazendo campanha nas ruas de São Luís.

CONSEQUÊNCIAS

Agora com esse ofício expedido pela Assembleia Legislativa do Maranhão, o LACEN será obrigado a fornecer as informações a casa legislativa.

Se for comprovado que Duarte Júnior continuou a fazer campanha mesmo já sabendo que estava infectado, o deputado poderá enfrentar o conselho de ética e consequentemente perder o mandato de deputado.

Existe também a possibilidade de o deputado ter cometido o crime contra a saúde pública, uma vez que ele não obedeceu ao isolamento recomenda pelas autoridades médicas.

OUTRO LADO

Por outro lado, o deputado Duarte Júnior continua negando a realização do exame no laboratório LACEN, e afirma que está em isolamento seguindo todas as normas sanitárias.

Veja o ofício da Assembleia Legislativa do Maranhão

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nossos canais, do Telegram e do Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *