Skip to content

Adversários querem tirar a eleição de Beto das Vilas em Ribamar

Blog do Antônio Martins

Um dia depois de realizar a maior convenção da história politica de São José de Ribamar, o presidente da Câmara Municipal, vereador Beto das Vilas (Republicanos), que teve sua candidatura a prefeito homologada ontem, foi alvo de operação policial realizada pela Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (Seccor/PCMA).

O mais curioso é que na decisão judicial, o magistrado que expediu os Mandados cumpridos hoje, determinou que Beto fosse proibido de frequentar as dependências do legislativo ribamarense e suspendeu o exercício de suas funções públicas por tempo indeterminado, sob pena de imediata decretação de prisão, em caso de descumprimento destas medidas. A decisão, entretanto, por não ser colegiada não impede o candidato de disputar as eleições.

O caso que envolve Beto das Vilas pode ter sido uma operação policial ilegal, arbitrária e eleitoreira semelhante à do ex-prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida que teria sido vítima de uma situação parecida, em 2 de outubro de 2016, justamente no dia das eleições.

Segundo informações que circulam na cidade ribamarense, muito antes da abusiva decisão judicial e da operação, uma onda de boatos tomou conta do município, anunciando que o candidato do Republicanos seria preso e que ele não seria candidato, mas isso só iria ocorrer após as convenções, pois os opositores queriam ter a certeza que ele força popular pra chegar.

Leia outras notícias em FolhadoMaranhao.com. Siga a Folha do Maranhão no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações e denúncias através do nosso e-mail e WhatsApp (98) 98136-0599.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat