Skip to content

Eudes Sampaio é convocado para depor na CPI da saúde em Ribamar

O prefeito do município de São José de Ribamar, Eudes Sampaio, foi convocado para depor na Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI, que apura irregularidades na área da saúde do município. De acordo com oficio, o prefeito foi convocado para depor no dia de ontem, porém o prefeito não compareceu alegando que o prazo da CPI já exauriu.

De acordo com as informações da Câmara Municipal de São José de Ribamar, a alegação cair por terra, pois a prazo da CPI está prorrogado por mais 30 dias, tendo com o prazo final para o dia 20 de setembro.

Ao todo o Ministério da Saúde mandou cerca de R$ 11.200.000,00 em recursos para auxiliar o município no combate do novo coronavírus. Porém, a gestão de Eudes Sampaio não teria investido nem 30% deste valor.

A CPI da Saúde em Ribamar também pretende investigar contratos com suspeita de superfaturamento e outros indícios de irregularidades.

Segundo levantamento do site Folha do Maranhão, a empresa I9 Saúde Equipamentos Médicos e Odontológicos Ltda, já faturou cerca de R$ 17,5 milhões com prefeituras do Maranhão e deve ser o principal foco da CPI.

Outra pauta que poderá bastante abordar é rescisão contratual com o Instituto Unir, desde operação da Polícia Federal no Rio de Janeiro, entidade que geria a saúde de Ribamar, não opera mais na gestão de Eudes.

Com medo de um desgaste maior, Eudes Sampaio tem evitado comparecer à CPI, porém uma nova data foi marcada, será na próxima segunda-feira dia 14, desta vez o prefeito não terá argumentos para justificar sua falta, e caso falte poderá ser conduzido coercitivamente pela Justiça.  

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat