Skip to content

Exclusivo! Venda 4,6 milhões de luvas de empresa de Paço do Lumiar para prefeitura de Belém é investigada pelo MP do Pará

O Ministério Público do Pará (MP-PA) abriu um inquérito civil no ultimo dia 26, para investigar uma compra de 4,6 milhões de luvas não cirúrgicas, entre a prefeitura de Belém-PA e a empresa J.J da Silva & Santos Ltda situada no município de Paço do Lumiar, região da grande ilha de São Luís.

Segundo o MP, o contrato assinado no último dia 19 de maio foi feito com dispensa de licitação feito através da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), e teria vigência de 6 meses. Ainda segundo o contrato, a previsão era entregar 4,6 milhões de luva, com o valor total de R$ 1,748 milhão.

A empresa escolhida pela gestão de Zenaldo Coutinho, foi a J.J da Silva & Santos Ltda, que já alvo de uma operação da Polícia Federal no Maranhão. Segundo relatório do Ministério Publico Federal, junto a investigação da própria Polícia Federal, a empresa é suspeita de integrar uma organização criminosas, acusada de fraldar e praticar superfaturamento em até 400% em Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) vendidos para prefeituras do Maranhão. O dono da empresa e 3 secretários de Saúde chegaram a ser presos.

De acordo com a Polícia Federal, a investigação revelou que a empresa não tinha nenhum empregado e atuava com a comercialização de acessórios para instalação de aparelhos de ar-condicionado e de energia solar. A empresa tinha um total de 69 atividades secundárias, que variavam desde a confecção de vestuário, segurança privada e até produção musical.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *