Skip to content

Empresa investigada em operação da PF, mantém contrato milionário na gestão de Eudes Sampaio em Ribamar

A Polícia Federal, com o apoio da Controladoria Geral da União – CGU, deflagrou na manhã desta quarta-feira (5/8), a Operação “Falsa Esperança, com a finalidade de desarticular associação criminosa voltada a fraude em licitações e desvio de recursos públicos federais, que seriam usados no enfrentamento do novo corona vírus (COVID-19), nos municípios de Bacabeira/MA, Santa Rita/MA e Miranda do Norte/MA.

Um dos alvos da operação de hoje, era empresa J.J. da Silva & Santos, mais conhecida como Ecosolar – Comércio, Projetos e Serviços. Localizada na Avenida 13, número 28, quadra 126, no Maiobão, em Paço do Lumiar.

A empresa foi contratada em abril deste ano, pela gestão do prefeito de São José de Ribamar, Eudes Sampaio. De acordo com apuração do site Folha do Maranhão, a empresa juntamente com outra empresa, ganhou o contrato para prestar o serviço de locação de veículos para o município.

O valor que a empresa ganhou no processo licitatório, foi de R$ 2.126,700,00.

De acordo com a Polícia Federal, a investigação revelou que a empresa não tinha nenhum empregado e atuava com a comercialização de acessórios para instalação de aparelhos de ar-condicionado e de energia solar. A empresa tinha um total de 69 atividades secundárias, que variavam desde a confecção de vestuário, segurança privada e até produção musical.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, São José de Ribamar está na lista das cidades onde ordens judiciais foram cumpridas.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *