Skip to content

MP Eleitoral investiga Neto Evangelista por possível propaganda eleitoral antecipada

O Ministério Público Eleitoral instaurou procedimento para investigar possível propaganda eleitoral antecipada do pré-candidato à prefeitura de São Luís, deputado Neto Evangelista (Democratas).

De acordo com o MP, deputado estadual José Arimatéia Lima Neto Evangelista, a quem se atribui a condição de pré-candidato a Prefeito de São Luís/MA, juntamente com o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto, iniciaram uma campanha de solidariedade aos profissionais da área de saúde que atuam no combate à Covid-19 em São Luís.

Denominada de “acolhendo heróis”, o objetivo da campanha visa viabilizar hospedagem para aqueles que estão na linha de frente da pandemia, mas não possuem condições de custear diárias em hotel e estão com receio de voltar para casa e contaminar seus familiares.

O que segundo o MP, a campanha desenvolvida pelo deputado Neto Evangelista, pode caracterizar abuso de poder político ou econômico. Pois de acordo com o procedimento instaurado, o deputado estaria usando a sua imagem nas redes sociais para promoção e distribuição gratuita de bens e valores, utilizando-se de uma rede de poder público de divulgação de imagem, na intenção de angariar vantagem eleitoral.

O Ministério Público Eleitoral solicitou uma série de informações do deputado, bem como, a natureza dos recursos empregados, quais foram os profissionais de saúdes atendidos, quais os valores gastos com as hospedagens e qualquer outro tipo de gasto envolvido na campanha publicitária de Neto Evangelista.

Segundo Ministério Público, a medida visa a proteção à normalidade e legitimidade das eleições contra a influência do poder econômico ou administrativo, nos termos do parágrafo único do art. 72 da Lei Complementar nº 75/93.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *