Duarte Júnior foge do plenário durante pronunciamento direcionado do deputado Wellington do Curso

O deputado Wellington do Curso (PSDB), usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão, para mostrar um relatório prévio de uma investigação da Policia Federal contra fakes que faziam ataques direcionados a sua pessoa. Ao começar o pronunciamento ele pediu atenção do deputado Duarte Júnior, uma vez que tem envolvimento de Thiago Rios, um assessor do deputado, na época funcionário do Procon.

Wellington pediu que Duarte permanecesse no plenário para acompanhar o pronunciamento, pois ao final ele seria questionado pelas acusações feitas. Quase que de imediato, o deputado Duarte Júnior ficou sem jeito e saiu do plenário.

O pronunciamento de Wellington durou cerca de 20 minutos, onde ele mostrou através de slides, o envolvimento direto do assessor de Duarte nos ataques fakes, Wellington ainda questionou o prints que foram divulgados, onde Duarte aparece dando ordens ao seu funcionário para que criasse um texto atacando o mesmo.

Para Wellington isso é inadmissível, uso de um órgão publico para atacar um membro do legislativo estadual, disse que irá tomar providencias, pois o assunto é grave.

Em aparte ao pronunciamento, deputado Yglésio Moyses disse ser solidário ao Wellington, ressaltou a gravidade da situação e disse ser inadmissível  que um membro do legislativo seja atacado dessa forma, classificou o caso como uma nojeira, e diz ter uma quadrilha digital instalado em um gabinete parlamentar na assembleia. Yglésio chegou a sugerir a instalação de uma CPI ou uma possível representação no conselho de ética da casa. Wellington finalizou o pronunciamento dizendo que a investigação continua, e que mais provas vão surgir

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*