Skip to content

Secretaria de Saúde monitora um caso suspeito do coronavírus (COVID-19) no Maranhão

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) monitora mulher idosa, residente em São Luís, atendida em hospital particular, nesta quinta-feira (5), com quadro de tosse, febre baixa e cefaleia. No último dia 2 de março, a paciente retornou de viagem realizada em países europeus (Itália, França e Espanha), que estão inseridos na lista de monitoramento para casos suspeitos do Coronavírus (COVID-19).

Para análise do caso, houve coleta de amostras de espécie nasal e oral para exames específicos. O Ministério da Saúde já foi notificado do caso suspeito, conforme Plano de Contingência do Novo Coronavírus da SES.

Considerando que a paciente não apresentou sinais de gravidade no quadro clínico, que necessitasse de internação, a mesma foi liberada para isolamento e monitoramento domiciliar, que está sendo realizado pela equipe do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) Estadual e Vigilância Epidemiológica municipal.
No momento, o Maranhão possui apenas este caso suspeito.

Cenário nacional

O Brasil tem 13 casos confirmados do Covid-19 e também houve transmissão local no Brasil: duas pessoas ligadas ao homem de 61 anos, que teve o primeiro caso de Covid-19 confirmado no país, tiveram a doença diagnosticada. Atualmente, o Ministério da Saúde monitora 288 casos suspeitos de coronavírus no Brasil. Até esta sexta-feira (6), dos 768 casos suspeitos de Coronavírus, 480 já foram descartados.

Os critérios para a definição de caso suspeito enquadram agora, as pessoas que apresentarem febre e mais um sintoma gripal, como tosse e tiveram passagem pela Alemanha, Austrália, Camboja, Canadá, Coréia do Norte, Coréia do Sul, Croácia, Dinamarca, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, Filipinas, França, Grécia, Holanda, Indonésia, Irã, Itália, Japão, Malásia, Noruega, Reino Unido, San Marino, Singapura, Suiça, Tailândia e Vitnã, além da China, nos últimos 14 dias.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *