Skip to content

Contradição: Flávio Dino quer ser recebido por Bolsonaro, mas no MA não recebe deputados de oposição

O governador do Maranhão, Flávio Dino PCdoB, divulgou em suas redes sociais o pedido ao Presidente Bolsonaro que o receba para realizar uma audiência pública, para tratar das condições das rodovias federais que cortam o estado.

Segundo Flávio Dino, desde o começo do ano passado, obras vem sendo feitas, porém resultado nenhum. O comunista chegou a propor ajuda a Bolsonaro.

Esse ato até poderia passar por uma boa iniciativa do governador, mas analisando os dados e ações do seu governo, podemos afirmar que o mesmo entra em contradições.

Desde o início do seu governo, Flávio Dino não recebe nenhum deputado da oposição, além de orienta a não ida de secretários a Assembleia Legislativa, com ajuda de deputados da base. Dino costuma negar informações, solicitadas e também deixa de pagar emendas desses deputados.

Se torna estranho também, Flávio Dino querer ajudar o Presidente na recuperação da rodovias federais, uma vez que varias estradas do estado encontra-se em péssimas condições, e não se ver nenhum ação do governo para melhoria dessas estradas.

No discurso o comunista pode até impressionar, mas se analisar dados de seu governo, podemos ver que o jeito de governar deixa a desejar.

Recentemente dois veículos de comunicação de grande veiculação nacional abordaram fatos de seu governo, o site da Revista Veja fez uma análise profunda de ações desenvolvidas no Maranhão, e expôs várias inconsistências em seu governo, entre elas o aumento da pobreza na população maranhense.

Esta semana o site The Intercept, abordou a questão do Porto São Luís, onde Flávio Dino cedeu terras ocupadas por quilombolas para W R Torres, segundo o site, a grana chinesa desaloja pobres no Maranhão, com o aval do governador.

Assim Flávio Dino inicia sua corrida eleitoral, entre discurso e contradições, deixando para trás a imagem de ser o principal opositor a Bolsonaro.

2 Comentários

  1. Sandra Sandra

    Não muda nada estive no Maranhão nos anos 2000, fiquei hororizada de ver tanta pobreza, prédios históricos caindo aos pedaços, e o povo se vendendo por migalhas da família Sarney, creio que não mudou nada, acorda povo aprendam a votar nas pessoas certas, vocês tem a informação agora, e informação é poder.

  2. Josinete Josinete

    A Br que faz São Luiz até Gurupi, pra Belém péssima viagem que é para tirar em 12:00 horas tá se tirando a 14:00 a 16:00 horas de tanto buraco que tem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *