Skip to content

Flávio Dino já gastou mais de R$ 7 milhões em shows no Maranhão

De acordo com um levantamento feito pelo site Folha do Maranhão, desde quando assumiu o governo, o Governador Flávio Dino já gastou aproximadamente o valor de R$ 7.829.388,87, com shows e apresentações culturais em todo estado.

Deste valor, R$ 5.109.500,00 foram somente no ano de 2019.

Em mais de 600 contratos, todos firmados através da Secretaria De Estado Da Cultura e Turismo Do Maranhão (SECTUR). Podemos perceber a grande quantidade de contratos fechados com algumas empresas. A empresa GRD de Sousa tem 139 contratos, seguido de 125 contratos da empresa S.M. Soares Barata e 85 contratos com a empresa Wanderson dos Santos Silva – ME.

Entre os contratos mais caros estão o show da Dupla Zezé de Camargo & Luciano, realizado no dia 12 de junho deste ano na cidade de Imperatriz-MA. Esse show teve o custo de R$ 295.000,00 aos cofres públicos. Outro grande valor foi pago a banda Aviões do Forró, em um show realizado na cidade de Açailândia, no dia 05 de junho de 2018. O valor pago foi de R$ 280.000,00.

O cantor Alceu Valença recebeu a quantia de R$ 205.000,00, para se apresentar no São João de todos na cidade de São Luís. A cantora Elba Ramalho também entra na lista das grandes atrações, com o valor de R$ 170.000,00, recebidos por um show também na cidade São Luís.

Jorge Aragão, atração do Réveillon de 2016, chegou a receber o valor de R$ 163.600,00. O cantor Tatau, se apresentou durante o carnaval de 2019, o valor recebido foi R$ 155.000,00. Em 28 junho de 2018, o cantor Raimundo Fagner ganhava o valor de R$ 135.000,00, para se apresentar em São Luís.

Zeca Baleiro, Léo Magalhães e Jonas Esticado ganharam cerca de R$ 100.000,00 cada para se apresentar em eventos promovidos pelo Estado.

No levantamento feito também aparece apresentações culturais, grupos de artes cênicas, bumba meu boi, cordel e repente, danças regionais, forro pé de serra, grupo alternativo, tambor de crioula entre outros.

Confira as atrações mais bem pagas pelo Governo do Estado.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *